Normas Técnicas


Normas em Vigor

ABNT NBR 5667-1:2006 – Hidrantes urbanos de incêndio de ferro fundido dúctil – Parte 1 – Hidrantes de Coluna
Objetivo: Fixa os requisitos mínimos para fabricação, inspeção e recebimento de hidrantes de coluna urbanos de incêndio, de ferro fundido dúctil, para serem empregados em redes de abastecimento público de água.

ABNT NBR 5667-2:2006 – Hidrantes urbanos de incêndio de ferro dúctil – Parte 2 – Hidrantes subterrâneos
ObjetivoFixa os requisitos mínimos para fabricação, inspeção e recebimento de hidrantes subterrâneos urbanos de incêndio, de ferro fundido dúctil, para serem empregados em redes de abastecimento público de água.

ABNT NBR 5667-3:2006 – Hidrantes urbanos de incêndio de ferro fundido dúctil – Parte 3 – Hidrantes de Coluna  com obturação própria
Objetivo: Fixa os requisitos mínimos para fabricação, inspeção e recebimento de hidrantes urbanos de incêndio de coluna com obturação própria, de ferro fundido dúctil, para serem empregados em redes de abastecimento público de água.

ABNT NBR 6125:1992 – Chuveiro automático para extinção de incêndio
Objetivo: Prescreve método pelo qual devem ser executados os ensaios para chuveiros automáticos para extinção de incêndio.

ABNT NBR 6135:1992 – Chuveiro automático para extinção de incêndio
Objetivo: Fixa condições técnicas mínimas a que devem satisfazer os chuveiros automáticos para extinção de incêndio.

ABNT NBR 6479:1992 – Portas e vedadores – Determinação da resistência ao fogo
Objetivo: Prescreve método de ensaiar e avaliar o desempenho quanto à resistência ao fogo de componentes de construção destinados ao fechamento de aberturas em paredes e lajes.

ABNT NBR 8222:2005 – Execução de sistemas de prevenção contra explosão de incêndio, por  impedimento de sobrepressões decorrentes de arcos elétricos  internos em transformadores e reatores de potência
Objetivo: Fixa os requisitos específicos mínimos exigíveis para o projeto, instalação, manutenção e ensaios de sistemas fixos automáticos de prevenção contra explosões e incêndios por impedimento de sobrepressões decorrentes de arcos elétricos internos em transformadores e reatores de potência.

ABNT NBR 8660:1984 – Revestimento ao piso – Determinação da densidade crítica de fluxo de energia térmica
Objetivo: Prescreve método para a determinação da densidade crítica de fluxo de energia térmica de revestimentos de piso expostos a energia radiante.

ABNT NBR 8674:2005 – Execução de sistemas fixos automáticos de proteção contra incêndio com água nebulizada para transformadores e reatores de potência
Objetivo: Fixa os requisitos específicos mínimos exigíveis para o projeto, instalação, manutenção e ensaios de sistemas fixos automáticos de água nebulizada para proteção contra incêndio de transformadores e reatores de potência.

ABNT NBR 9442:1986 – Materiais de construção – Determinação do índice de propagação superficial de chama pelo método do painel radiante
Objetivo: Prescreve o método para determinar do índice de propagação superficial de chama em materiais de construção.

ABNT NBR 9695:2006 – Pó para extinção de incêndio
Objetivo: Fixa os requisitos mínimos para propriedades físico-químicas, bem como de desempenho, para agentes químicos na forma de pó utilizados para combate a incêndios nas classes de fogo A, B e C, para os seguintes produtos inibidores: bicarbonato de sódio (NaHCO3); bicarbonato de potássio (KHCO3); fosfato monoamônio (NH4H2PO4). Aplica-se ao controle de fabricação do pó embalado para comercialização e do pó contido em extintores de incêndio.

ABNT NBR 10636:1989 – Paredes divisórias sem função estrutural – Determinação da resistência ao fogo
Objetivo: Prescreve método de ensaio, classifica e gradua quanto à resistência ao fogo, as paredes e divisórias sem função estrutural, não tratando, porém, da toxicidade dos gases emanados pelo corpo-de-prova durante a realização dos ensaios.

ABNT NBR 10720:1989 – Prevenção e proteção contra incêndio em instalações aeroportuárias
Objetivo: Fixa condições, requisitos gerais e elenco de medidas de prevenção e proteção contra incêndio em instalações aeroportuárias.

ABNT NBR 10897:2007 – Proteção contra incêndio por chuveiro automático
Objetivo: Estabelece os requisitos mínimos para o projeto e a instalação de sistemas de proteção contra incêndio por chuveiros automáticos, incluindo as características de suprimento de água, seleção de chuveiros automáticos, conexões, tubos, válvulas e todos os materiais e acessórios envolvidos em instalações prediais.

ABNT NBR 10898:1999 – Sistema de iluminação de emergência
Objetivo: Fixa as características mínimas exigíveis para funções a que se destina o sistema de iluminação de emergência a ser instalado em edificações, ou em outras áreas fechadas sem iluminação natural.

ABNT NBR 11711:2003 – Portas e vedadores corta-fogo com núcleo de madeira para isolamento de riscos em ambientes comerciais e industriais
Objetivo: Fixa os requisitos exigíveis para fabricação, instalação, funcionamento e manutenção de portas e vedadores corta-fogo, de acionamento manual e com sistemas de fechamento automático em caso de incêndio, dos tipos: portas e vedadores com dobradiças de eixo vertical; portas e vedadores de correr; portas e vedadores tipo guilhotina de deslocamento vertical e horizontal; vedadores com dobradiças de eixo horizontal e vedadores fixos.

ABNT NBR 11742:2003 – Porta corta-fogo para saída de emergência
ObjetivoFixa condições exigíveis de construção, instalação e funcionamento de porta corta-fogo do tipo de abrir com eixo vertical, para saída de emergência.

ABNT NBR 11785:1997 – Barras antipânico – Requisitos
Objetivo: Fixa condições exigíveis na fabricação, segurança e funcionamento de barras antipânico destinadas a saídas de emergência

ABNT NBR 11836:1992 – Detectores automáticos de fumaça para proteção contra incêndio
Objetivo: Fixa condições técnicas mínimas, métodos de ensaios e critérios de comportamento exigíveis a detectores automáticos de fumaça do tipo pontual.

ABNT NBR 11861:1998 – Mangueira de incêndio – Requisitos e métodos de ensaio
Objetivo: Fixa condições mínimas exigíveis para mangueiras de incêndio nos diâmetros nominais de 40 mm a 65 mm e no comprimento de 15 m.; É aplicável a mangueiras de fibras sintéticas utilizadas em combate a incêndio. É aplicável também para comprimentos superiores ao descrito acima, no caso de exigência específica do consumidor.

ABNT NBR 12232:2005 – Execução de sistemas  fixos  automáticos de proteção contra  incêndio com gás
carbônico (CO2)  em transformadores e reatores de potência contendo óleo isolante
Objetivo: Fixa requisitos mínimos exigíveis para o projeto, instalação, manutenção e ensaios de sistemas fixos automáticos de CO2, pelo método de inundação total, com suprimento de gás em alta pressão, para proteção de transformadores e reatores de potência por abafamento.

ABNT NBR 12252:1992 – Tática de salvamento e combate a incêndios em aeroportos
Objetivo: Fixa condições exigíveis quanto à atuação dos serviços de salvamento e contra-incêndio de aeroportos, em casos de emergências aeronáuticas.

ABNT NBR 12285:1992 – Proteção contra incêndio em depósitos de combustíveis de aviação
Objetivo: Fixa as condições exigíveis para a proteção contra incêndio em depósitos de combustíveis de aviação, no que se refere ao controle, qualidade, quantidade e distribuição dos sistemas de proteção contra incêndio. Aplica-se também ao sistema de hidrantes, carreta de hidrantes, carro servidor, carro abastecedor e gabinete de abastecimento.

ABNT NBR 12615:1992 – Sistema de combate a incêndio por espuma
ObjetivoFornece diretrizes para a elaboração de projetos de sistemas fixos, semifixos e portáteis de extinção de incêndios por meio de espuma mecânica, assim como para a instalação, inspeção, teste de aprovação, operação e manutenção dos referidos sistemas.

ABNT NBR 12693:2010 – Sistemas de proteção por extintores de incêndio
Objetivo: Estabelece os requisitos exigíveis para projeto, seleção e instalação de extintores de incêndio portáteis e sobre rodas, em edificações e áreas de risco, para combate a princípio de incêndio

ABNT NBR 12779:2009 – Mangueiras de incêndio – Inspeção, manutenção e cuidados
Objetivo: Fixa os requisitos mínimos exigíveis quanto à inspeção, manutenção e cuidados necessários para manter a mangueira de incêndio aprovada para uso.

ABNT NBR 12962:1998 – Inspeção, manutenção e recarga em extintores de incêndio
ObjetivoFixa as condições mínimas exigíveis para inspeção, manutenção e recarga em extintores de incêndio.

ABNT NBR 13231:2005 – Proteção contra incêndio em subestações elétricas de geração, transmissão e distribuição
Objetivo: Fixa condições mínimas exigíveis para proteção contra incêndios na elaboração de projetos de implantação de subestações elétricas convencionais, atendidas e não atendidas, de sistemas de transmissão.

ABNT NBR 13434-1:2004 – Sinalização de segurança contra incêndio e pânico – Parte 1: Princípios de projeto
Objetivo: Fixa os requisitos exigíveis que devem ser satisfeitas pela instalação do sistema de sinalização de segurança contra incêndio e pânico em edificações.

ABNT NBR 13434-2:2004 – Sinalização de segurança contra incêndio e pânico – Parte 2: Símbolos e suas formas, dimensões e cores
Objetivo: Padroniza as formas, as dimensões e as cores da sinalização de segurança contra incêndio e pânico utilizada em edificações, assim como apresenta os símbolos adotados.

ABNT NBR 13434-3:2005 – Sinalização de segurança contra incêndio e pânico – Parte 3: requisitos e métodos de ensaio
Objetivo: Define os requisitos mínimos de desempenho e os métodos de ensaio exigidos para sinalização contra incêndio e pânico de uso interno e externo às edificações, a fim de garantir a sua legibilidade e integridade.

ABNT NBR 13485:1999 – Manutenção de terceiro nível (vistoria) em extintores de incêndio
ObjetivoFixa as condições mínimas exigíveis para a manutenção de terceiro nível (vistoria) em extintores de incêndio.

ABNT NBR 13714:2000 – Sistemas de hidrantes e de mangotinhos para combate a incêndio
Objetivo: Fixa as condições mínimas exigíveis para dimensionamento, instalação, manutenção, aceitação e manuseio, bem como as características, dos componentes de sistemas de hidrantes e de mangotinhos para uso exclusivo de combate a incêndio.

ABNT NBR 13768:1997 – Acessórios destinados à porta corta-fogo para saída de emergência – Requisitos
ObjetivoEstabelece as condições exigíveis na fabricação, segurança e funcionamento de acessórios destinados a portas corta-fogo para saída de emergência.

ABNT NBR 13792:1997 – Proteção contra incêndio, por sistema de chuveiros automáticos, para áreas de armazenamento em geral
Objetivo: Fixa condições mínimas exigíveis para projeto, cálculo, instalação e manutenção de sistemas de chuveiros automáticos para proteção contra incêndio de áreas de armazenamento em geral.

ABNT NBR 13848:1997 – Acionador manual para utilização em sistemas de detecção e alarme de incêndio
Objetivo: Fixa condições mínimas exigíveis para acionadores manuais, para instalações, interna e externa, utilizados em sistemas e alarme de incêndio. Estes acionadores manuais são previstos para serem interligados a sistemas de detecção e alarme de incêndio com supervisão das interligações em tensão contínua até 30 Vcc ou para controle prediais até 30 Vcc e tensão alternada de 110 Vca e 220 Vca.

ABNT NBR 13859:1997 – Proteção contra incêndio em subestações elétricas de distribuição
ObjetivoFixa critérios para proteção contra incêndio em subestações elétricas de distribuição, nos tipos convencional e de uso múltiplo e compacta abrigada, subterrânea e de uso múltiplo.

ABNT NBR 13860:1997 – Glossário de termos relacionados com a segurança contra incêndio
Objetivo: Define termos que devem ser adotados na normalização de segurança contra incêndio

ABNT NBR 14023:1997 – Registro de atividades de bombeiros
Objetivo: Estabelece um sistema para padronização do registro de dados dos trabalhos operacionais de bombeiros, contendo os dados mínimos necessários para o seu processamento apropriado por órgãos competentes, para fins legais e estatísticos. Aplica-se a todos os órgãos que realizam e registram as atividades desempenhadas por bombeiros sejam estes federais, estaduais, municipais, mistos, privados ou voluntários.

ABNT NBR 14096:1998 – Viaturas de combate a incêndio
Objetivo: Fixa as condições mínimas exigíveis para o projeto, construção e desempenho de viaturas de combate a incêndio. Aplica-se às viaturas novas para combate a incêndio urbano com bombeamento e apoio às operações associadas aos Corpos de Bombeiros públicos e privados. Esta viatura consiste em um veículo equipado com bomba de combate a incêndio, tanque d’água, mangueiras e equipamentos. O veículo ainda pode ser equipado com uma torre d’água opcional.

ABNT NBR 14100:1998 – Proteção contra incêndio – Símbolos gráficos para projeto
Objetivo: Estabelece símbolos para serem utilizados nos projetos de proteção contra incêndio nas áreas de arquitetura, engenharia, construção e áreas correlatas, para prover detalhes sobre os equipamentos de proteção contra incêndio, combate ao fogo e meios de fuga em desenhos para projeto, construção, reforma ou certificação (aprovação). Aplica-se a: equipamentos portáteis de extinção; sistemas fixos de extinção de incêndio; sistemas de hidrante; outros equipamentos variados de extinção; equipamentos de controle predial; dispositivos de alarme; sistemas de ventilação; rotas de escape e zonas de risco de incêndio e explosão.

ABNT NBR 14276:2006 – Brigada de incêndio – Requisitos
ObjetivoEstabelece os requisitos mínimos para a composição, formação, implantação e reciclagem de brigadas de incêndio, preparando-as para atuar na prevenção e no combate ao princípio de incêndio, abandono de área e primeiros-socorros, visando, em caso de sinistro, proteger a vida e o patrimônio, reduzir as conseqüências sociais do sinistro e os danos ao meio ambiente.

ABNT NBR 14277:2005 – Instalações e Equipamentos para treinamento de combate a incêndio – Requisitos
Objetivo: Estabelece as condições mínimas para a padronização dos campos para treinamentos de combate a incêndio. É aplicável no treinamento de brigadas de incêndio, de bombeiros e outros profissionais inerentes à área de incêndio.

ABNT NBR 14349:1999 – União para mangueira de incêndio – Requisitos e métodos de ensaio
Objetivo: Fixa os requisitos mínimos exigíveis e estabelece os métodos de ensaio para uniões tipo engate rápido de empatação interna, nos diâmetros nominais de 40 mm e 65 mm, utilizadas em mangueira de incêndio.

ABNT NBR 14432:2001 – Exigências de resistência ao fogo de elementos construtivos de edificações 
Objetivo: Estabelece as condições a serem atendidas pelos elementos estruturais e de compartimentação que integram os edifícios para que, em situação de incêndio, seja evitado o colapso estrutural. Para os elementos de compartimentação, devem ser atendidos requisitos de estanqueidade e isolamento por um tempo suficiente para possibilitar; fuga dos ocupantes da edificação em condições de segurança; segurança das operações de combate ao incêndio e minimização de danos a edificações adjacentes e à infra-estrutura pública.

ABNT NBR 14561:2000 – Veículos para atendimento a emergências médicas e resgate
Objetivo: Fixa as condições mínimas exigíveis para o projeto, construção e desempenho de veículos para atendimento a emergências médicas e resgate, descrevendo veículos que estão autorizados a ostentar o símbolo ‘ESTRELA DA VIDA’ e a palavra ‘RESGATE’, especificações mínimas, parâmetros para ensaio e critérios essenciais para desempenho, aparência e acessórios, visando propiciar um grau de padronização para estes veículos. É objetivo também tornar estes veículos nacionalmente conhecidos, adequadamente construídos, de fácil manutenção e, quando contando com equipe profissional adequada, funcionando eficientemente no atendimento a emergências médicas e resgate ou em outros serviços móveis de emergência médica. Este veículo deverá ser montado em chassi adequado para esta aplicação. Estes veículos serão de tração traseira ou dianteira (4×2) ou tração nas quatro rodas (4×4).

ABNT NBR 14608:2007 – Bombeiro profissional civil
Objetivo: Estabelece os requisitos para determinar o número mínimo de bombeiros profissionais civis em uma planta, bem como sua formação, qualificação, reciclagem e atuação

ABNT NBR 14870:2002 – Esguichos de jato regulável para combate a incêndio
Objetivo: Estabelece as especificações mínimas, parâmetros para ensaio e critérios essenciais para projeto, desempenho e aparência, e proporciona um grau de padronização para os esguichos para combate a incêndio. Aplica-se a esguichos novos, portáteis, de jato regulável, para uso geral, para uso marítimo ou indústrias químicas, petroquímicas e de petróleo, ou para uso com mangueiras fixas a um sistema de tubulação. A menos que especificado em contrário, estes requisitos aplicam-se a: esguichos básicos; esguichos de vazão constante; esguichos de vazão ajustável; esguichos de pressão constante (automático).

ABNT NBR 14880:2002 – Saídas de emergência em edifícios – Escadas de segurança – Controle de fumaça por pressurização
Objetivo: Especifica uma metodologia para manter livres da fumaça, através da pressurização, as escadas de segurança que se constituem na porção vertical da rota de fuga dos edifícios, estabelecendo conceitos de aplicação, princípios gerais de funcionamento e parâmetros básicos para o desenvolvimento do projeto.

ABNT NBR 14925:2003 – Unidades envidraçadas resistentes ao fogo para uso em edificações
ObjetivoFixa os requisitos exigíveis para unidades envidraçadas resistentes ao fogo, que contêm vidro transparente ou translúcido, para uso em edificações.

ABNT NBR 15219:2005 – Plano de emergência contra incêndio – Requisitos
Objetivo: Estabelece os requisitos mínimos para a elaboração, implantação, manutenção e revisão de um plano de emergência contra incêndio, visando proteger a vida e o patrimônio, bem como reduzir as consequências sociais do sinistro e os danos ao meio ambiente.

ABNT NBR 15247:2005 – Unidades de armazenagem segura – Salas-cofre e cofres para hardware – Classificação e métodos de ensaio de resistência ao fogo
ObjetivoEspecifica os requisitos para salas-cofre e cofres para hardware resistentes a incêndios. Ela inclui um método de ensaio para a determinação da capacidade de salas-cofre e cofres para hardware para proteger conteúdos sensíveis a temperatura e umidade, e os respectivos sistemas de hardware, contra os efeitos de um incêndio. Também especifica um método de ensaio para medir a resistência mecânica a impactos (ensaio de impacto) para salas-cofre do tipo B e cofres para hardware.

ABNT NBR 15281:2005 – Portacorta-fogo para entrada de unidades autônomas e de compartimentos específicos de edificações
ObjetivoFixa os requisitos exigíveis para construção, instalação, funcionamento, desempenho e manutenção de portas corta-fogo com dobradiça de eixo vertical, para entrada de unidade autônomas e de compartimentos específicas de edificações.

ABNT NBR 15511:2008 – Líquido gerador de espuma (LGE), de baixa expansão, para combate a incêndios em combustíveis líquidos
Objetivo: Estabelece os requisitos mínimos exigíveis para líquido gerador de espuma (LGE) utilizado no combate a incêndio em combustíveis líquidos, em instalações como aeroportos, navios, refinarias, indústrias de petróleo, petroquímicas, químicas e outras onde haja o manuseio, estocagem ou produção de combustíveis líquidos utilizados em suas atividades.

ABNT NBR 15661:2009 – Proteção contra incêndio em túneis
Objetivo: Especifica os requisitos de segurança para prevenção e proteção contra incêndio em túneis destinados ao transporte de passageiros e ou cargas.

ABNT NBR 15775:2009 – Sistemas de segurança contra incêndio em túneis — Ensaios, comissionamento e inspeções
Objetivo: Esta norma especifica os requisitos para os ensaios, comissionamento, inspeções nos equipamentos elétricos e mecânicos, sistemas operacionais, dispositivos de medição e construções civis relacionadas com a prevenção e proteção de incidentes nos túneis dos usuários, cargas transportadas e patrimônio público ou privado.

ABNT NBR 15808:2010 – Extintores de incêndio portáteis (cancela as normas ABNT NBR’s 9443, 9444, 9654, 10721, 11715, 11716, 11751, e 12992)
Objetivo: Esta Norma especifica os requisitos que garantam a segurança, confiabilidade e desempenho dos extintores de incêndio portáteis do tipo recarregável e descartável. Para extintores descartáveis o prazo de validade deve ser de cinco anos e sua carga nominal deve ser de ate 1 kg.

ABNT NBR 15809:2010 – Extintores de incêndio sobre rodas (cancela as normas ABNT NBR’s 9443, 9444, 9654, 10721, 11715, 11716, 11751, e 12992)
Objetivo: Esta Norma especifica os requisitos que garantam a segurança, confiabilidade e desempenho dos extintores de incêndio sobre rodas.

ABNT NBR 17240:2010 – Sistemas de detecção e alarme de incêndio – Projeto, instalação, comissionamento e manutenção de sistemas de detecção e alarme de incêndio – Requisitos – Cancela e substitui a norma ABNT NBR 9441:1998
Objetivo: Esta Norma especifica requisitos para projeto, instalação, comissionamento e manutenção de sistemas manuais e automáticos de detecção e alarme de incêndio em e ao redor de edificações, conforme as recomendações da ABNT ISO/TR 7240-14.

ABNT NBR ISO/TR 7240-1:2008 – Sistemas de detecção e alarme de incêndio – Parte 1: Generalidades e definições
Objetivo: Fornece um conjunto de diretrizes gerais e definições para serem usadas na descrição de equipamentos do sistema de detecção e alarme de incêndios.

ABNT NBR ISO TR 7240-5:2008 – Sistemas de detecção e alarme de incêndio – Parte 5: Detectores de temperatura pontuais
Objetivo: Especifica os requisitos, os métodos de ensaio e os critérios de desempenho para detectores de temperatura pontuais para uso na detecção e alarme de incêndios para edificações (ver a ABNT NBR ISO 7240-1).

ABNT NBR ISO/TR 7240-14:2009 – Sistemas de detecção e alarme de incêndio – Parte 14: Diretrizes para esboçar códigos de prática para projeto, instalação e uso de sistemas de detecção e alarme de incêndios em e ao redor de edificações
Objetivo: Tem a intenção de ser utilizado como diretrizes gerais para a preparação de um código de prática para o projeto, instalação e uso de um sistema de detecção de incêndio e alarme de incêndio.

ABNT/CEM – COMISSÃO DE ESTUDO MISTA – ABNT/CB-02 e ABNTCB-24

ABNT NBR 15647:2008 – Tubos e conexões de poli(cloreto de vinila) clorado (CPVC) para sistemas de proteção contra incêndio por chuveiros automáticos – Requisitos e métodos (Origem: PN 00:002.04-001:2008)
Objetivo: Estabelece os requisitos de desempenho e durabilidade para tubos e conexões de poli(cloreto de vinila) clorado (CPVC) para uso em sistemas de proteção contra incêndio por chuveiros automáticos.

ABNT NBR 15648:2008 – Tubos e conexões de poli(cloreto de vinila) clorado (CPVC) para sistemas de proteção contra incêndio por chuveiros automáticos – Procedimentos de instalação (Origem: PN 00:002.04-002:2008)
Objetivo: Estabelece as exigências e recomendações mínimas para a instalação de tubos e conexões de poli (cloreto de vinila) clorado (CPVC) para uso em sistemas de proteção contra incêndio por chuveiros automáticos, em sistemas de tubos molhados, destinados para a aplicação em ocupações de risco leve, com chuveiros automáticos de resposta rápida conforme a ABNT NBR 10897.        

Última atualização: 04/05/2013

Comments are closed.